O partido do Brasil

Notícias

Sandro Régis: “Crescimento da avaliação de ACM Neto mostra acerto nas medidas contra a Pandemia”

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), afirmou nesta quinta-feira (3) que o crescimento da aprovação da gestão do prefeito ACM Neto (Democratas) durante a pandemia, segundo novo levantamento do instituto Paraná Pesquisas, é prova de que a população apoia as medidas adotadas pela prefeitura.

O estudo aponta que a aprovação de Neto saltou de 78,5% em maio para 83,3% dos soteropolitanos agora. “Há um claro e evidente apoio da grande maioria da população às ações adotadas pela prefeitura e ao trabalho de ACM Neto. O prefeito não poupou esforços para tomar as medidas necessárias para salvar vidas. O resultado foi que Salvador não enfrentou o caos que muitas capitais enfrentaram. A população está reconhecendo este trabalho”, avalia.

Régis ainda diz que algumas críticas contra o prefeito foram sem fundamento. “Queria que as atividades econômicas fossem abertas de qualquer jeito. ACM Neto mostrou, mais uma vez, a sua grande capacidade de liderança e de gestão durante a pandemia. Ele não se curvou às críticas e pressões, e tomou suas decisões com base em estudos e pesquisas. Foi desta forma que ele conduziu a reabertura progressiva da economia, cujo modelo adotado na capital tem se mostrado eficiente e seguro para as pessoas”, frisou.

O parlamentar salienta, ainda, que Neto deu atenção a todos os setores, mas sempre priorizando salvar vidas. “Logo no começo da pandemia, a prefeitura investiu em programas sociais, inclusive com um auxílio de R$ 270 para trabalhadores informais e distribuição de cestas básicas. Investiu na saúde, se tornando uma referência na testagem da população, além da ampliação dos leitos de UTI. Agora, com a retomada da economia, investiu em amplos programas de apoio às atividades e medidas tributárias”, destacou.

A pesquisa apontou que 73,3% dos entrevistados consideram a gestão de Neto ótima ou boa, enquanto 17% como regular e 7,6%, ruim ou péssima. Em relação ao estudo de maio, cresceu também o índice de pessoas que consideram a administração do prefeito como ótima – de 28,4% para 36,5% agora. A pesquisa ouviu 820 eleitores entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, através de entrevistas pessoais.