O partido do Brasil

Notícias

Elmar defende que estados cuidem da reforma da Previdência do funcionalismo estadual

No dia em que a Câmara recebe o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar da reforma da Previdência, o líder Elmar Nascimento (Democratas-BA), volta a reafirmar a necessidade de os governos estaduais se envolverem diretamente na reforma previdenciária. Ele ressalta a importância de os governadores apresentarem suas propostas de reforma da previdência às Assembleias Legislativas.

“O Brasil é enorme, as regiões e os estados têm realidades diferentes, e ninguém conhece melhor a situação do serviço público estadual do que os governadores. Uma reforma aprovada em Brasília pode ser muito dura ou muito branda a depender da situação das contas públicas dos estados”, disse. A mensagem tem sido repassada pelo líder do Democratas ao governo, posição reafirmada ontem, em reunião da bancado do Democratas, com o secretário de Previdência, Rogério Marinho.

A proposta do governo Bolsonaro para a Nova Previdência trata da questão da aposentadoria do funcionalismo público de forma geral. A defesa de Elmar Nascimento e de líderes partidários é para que as regras para aposentadorias para professores, policiais militares e bombeiros sejam tratadas pelos governos estaduais.

O Poder Executivo quer que o militares estaduais sigam as normas dos militares das Forças Armadas, com idade mínima de aposentadoria aos 55 anos. Professores terão como idade mínima 60 anos. Para Elmar Nascimento, esta saída não é interessante, inclusive do ponto de vista político. “Que o governador faça a sua reforma. Por que eu vou ficar com o desgaste e aprovar uma reforma que é para ele e contra a qual ele é contra?”, disse.