O partido do Brasil

Notícias

PT fez Governo da Bahia gastar R$ 100 mil para bancar “Troféu Rui Costa”

Ação do Democratas assinada pelo presidente estadual José Carlos Aleluia denunciava crime no uso do nome do governador do PT em torneio patrocinado pelo próprio governo do estado

O uso indevido do nome do governador Rui Costa (PT) para um torneio de Beach Soccer era alvo de uma ação do Democratas que pedia a revogação do patrocínio pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) e o pagamento de multa pela infração.

Através do presidente do partido no estado, o deputado federal José Carlos Aleluia, a legenda denunciava o “ato lesivo à impessoalidade, à moralidade e ao patrimônio do Estado da Bahia”, conforme aponta o Artigo 37 da Constituição Federal .

O flagrante caso de uso da máquina pública em favor do petista foi amplamente divulgado na imprensa. A Sudesb assinou um Termo de Fomento de R$ 104.615 como patrocínio ao evento nomeado “Campeonato Baiano de Beach Soccer – Troféu Governador Rui Costa”, contando inclusive com a promoção da imagem do mandatário.

“A Bahia não é propriedade do PT, nem do senhor Rui Costa. Ele não pode se comportar como um rei absolutista, nem as repartições do estado têm como função promover a sua imagem. Por isso que foi obrigado a voltar atrás após a repercussão negativa do ato. Nós não vamos permitir esse tipo de afronta com o dinheiro dos baianos”, comentou Aleluia.

Além de uma ação civil pública, o partido também preparou ofícios comunicando o Tribunal de Contas do Estado (TCE-BA), Ministério Público Estado (MP-BA) e à Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). Aleluia ressalta que a infração também se configura em “ato deliberado de usar a máquina pública com fins de propaganda eleitoral antecipada”.

“Infelizmente, o único troféu que anda merecendo o nome do governador Rui Costa é o de campeão em número absoluto de homicídios, essa triste marca que a sua política de segurança pública conquistou para a Bahia”, criticou Aleluia.